SAMPANDO

Sampando

SampandoAS PRINCIPAIS CANÇÕES INSPIRADAS NA TERRA DA GAROA

Em SAMPANDO, os músicos paulistanos Beto Marden, Gabriel Augusto, Nando Vianna, Douglas Couto, Tarean Humphreys e Thais Musachi, apresentam de forma única, um clássico repertório com cara da cidade que não pára.

De norte a sul, leste a oeste, seus bairros e características estão presentes nas canções executadas ao vivo e nas pequenas reportagens relacionadas às músicas, pré-gravadas por Beto Marden, em diversos pontos da capital paulista. Beto além de atuar, neste trabalho também foi produtor e diretor.

SAMPANDO estreou dia 25 de Janeiro de 2014, quando São Paulo completou 460 anos.

 

SAMPANDO (TEASER)



CHORUS BRASIL

O grupo vocal CHORUS BRASIL apresenta os grandes sucessos da música pop internacional (Beatles, Elton John, George Michael, John Lennon, etc) e do melhor da música brasileira (Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Cazuza, Tim Maia, Roberto Carlos, entre outros) em variados arranjos, desde solos, passando por combinações como dueto, trio e quarteto até a combinação completa com todas as vozes: André Abreu, Beto Marden, Julio Brabosa, Rafael Righini e Rodrigo Bulgarelli.

 

 

CHOIR!

logochoir_color (1)


Choir

CHOIR! (kwaê), do inglês, significa coro/coral, um grupo de pessoas que se reúne com o objetivo de cantar. Gospel, também do inglês, é a junção de God (Deus) e spell (palavra) e pode ser traduzido como “a palavra de Deus”. Este estilo de música é derivado do Spirituals (Espirituais), o cântico religioso dos escravos negros americanos, e tem origem também no Soul (música da Alma) e em sua famosa variação, o R&B (Rythm and Blues).

Beto Marden, convidados e um coral bastante característico na expressão deste estilo de música, dão vida ao projeto CHOIR!, que apresenta um repertório rico em hinos tradicionais do Gospel norte-americano, como “Amazing Grace”, “I Love You Lord” e “Oh Happy Day”. Com ótima qualidade musical e arranjos vocais inspirados em interpretações internacionais, o show propõe diversão e emoção aos espectadores, sob a essência da Black Music.

 

A TURMA DO IÊ IÊ IÊ

turmadoieieie_color


Turma

A TURMA DO IÊ IÊ IÊ foi o segundo show temático de Beto Marden, na pele de um garoto peralta da atualidade, que encontrava um baú da década de 60, em uma de suas peripécias. Ao desvendar cada objeto lá contido, o menino contava a história da Jovem Guarda.  Revivia músicas e personagens como “O Rei”, “O Tremendão”, “A Ternurinha”, dentre outros da turma.

Na comunicação do show, foi lançado o personagem IÊ IÊ IÊ, uma autocaricatura feita por Beto Marden. Interpretado por um ator-mirim convidado, Guilherme Lobo, IÊ IÊ IÊ cantava a abertura do show e, em seguida, se “transformava” em seu criador. No decorrer da apresentação, Beto recebia outros convidados.

 

SOUL DOS 70

logosouldos70_color

Soul

SOUL DOS 70 foi o primeiro show temático de Beto Marden, no qual ele interpretava músicas de Tim Maia, Cassiano e Hyldon, três dos precursores da Soul Music brasileira nos anos 70. O repertório incluía sucessos regravados por Maurício Manieri, Banda Eva e Jota Quest, como “Primavera”, “Coleção” e “As Dores do Mundo”, respectivamente. Na apresentação, as músicas eram “sintonizadas” por um mágico e antigo aparelho de rádio.

O show contava com convidados e surpresas, entre elas um medley com os hinos mais tradicionais do Gospel norte-americano, inseridos na música “Canário do Reino”, de Tim Maia. Sempre em reverência à Black Music, as canções eram apresentadas em diversos ritmos e em ordem cronológica, enquanto era contada a história do Soul e do surgimento dos mestres daquela década. Após um ano de apresentações com a banda, Beto lançou SOUL DOS 70 Acústico.